Apple Card - Tim Cook revela planos de expandir o serviço para outros países

O CEO da Apple, Tim Cook, resolveu visitar desenvolvedores da Alemanha, como Karim Morsy, da empresa responsável pela criação do app djay, e a equipe do Blinkist, o app alemão de resumos de livros de negócios.

Por: Chrystian Roberto


No entanto, o ponto alto dessa visita foi que o executivo aproveitou para trazer à tona alguns planos muito importantes da Maçã, como a expansão do Apple Card.

Durante uma entrevista para o veículo alemão Bild, Tim Cook revelou que almeja levar o Apple Card "para todos os lugares". Por enquanto, esse serviço só está disponível para usuários dos Estados Unidos. “A ideia é tornar o Apple Card tão onipresente quanto o iPhone", o CEO apontou à publicação. Tendo em mente essa vontade de expandir o recurso, Cook ainda disse que a Alemanha é um provável alvo para um futuro lançamento.

Não é assim tão fácil, no entanto, levar o Apple Card a todos os lugares, como Cook disse que gostaria de fazer. Há muito mais dificuldade do que podemos imaginar. Inclusive, enquanto conversava com a equipe do Bild, o CEO não deixou de mencionar as dificuldades que envolvem o lançamento de um cartão de crédito, já que cada país possui suas próprias regras e seus próprios regulamentos. E se a Alemanha ainda é um possível alvo no futuro, ainda sem nada concreto, o Brasil é um país pouco provável de receber esse cartão tão cedo. Isso porque a Maçã precisaria de um parceiro. Nos Estados Unidos, para o Apple Card existir, há uma parceria com o Goldman Sachs.


Apple Card, uma das grandes apostas da Apple

O Apple Card foi lançado nos Estados Unidos em 20 de agosto. O cartão de crédito está sendo uma das grandes apostas da Apple para este ano. Ele conta com recursos diferentes do que é costumeiro, como o "cashback" chamado Daily Cash, que devolve uma porcentagem das transações para a carteira do usuário. Os consumidores recebem 2% de Daily Cash sempre que utilizarem o Apple Card com Apple Pay, além de 3% em todas as transações feitas diretamente com a companhia, como nas Apple Stores, site oficial, App Store, iTunes Store e serviços da Apple. Um dos fortes do cartão também é a segurança, já que no aplicativo Wallet, nativo da companhia, um número de uso único é utilizado na transação.



A visita de Cook à Alemanha foi ilustrada com vários tuítes trazendo conversas com os desenvolvedores. "De estagiário da Apple a uma história de sucesso como desenvolvedor! É maravilhoso ver como Karim Morsy e a Algoriddim estão tornando ser DJ algo acessível a todos. Obrigado por essa ótima visita", o CEO chegou a afirmar. Ele também se reuniu com a equipe do Bavarian Design Center, responsável por que melhorar a vida útil da bateria dos iPhones. Para eles, Cook escreveu no Twitter: "Agradecemos às nossas equipes aqui em Munique por sua excelente engenharia e atenção aos detalhes. Continuem com o bom trabalho!"

Fonte: Bild via Mac Magazine



3 visualizações