Cachoeira Rei da Prata é um tesouro escondido na Chapada dos Veadeiros

Com queda de 7m em meio a um cânion, cachoeira é roteiro certo para quem não abre mão de aventuras para conhecer um lugar paradisíaco


Várias atrações fazem da região da Chapada dos Veadeiros um dos lugares preferidos para os amantes do ecoturismo. Mas dessa vez descobrimos um verdadeiro pedaço do paraíso, uma cachoeira majestosa e pouquíssima explorada. Trata-se da incrível e imponente Cachoeira Rei do Prata, que fica no Complexo do Prata, quase na divisa de Goiás com o estado do Tocantins, a 65 quilômetros da cidade de Cavalcante.


A Rei do Prata é para quem não abre mão de aventuras para conhecer um lugar paradisíaco. A cachoeira fica dentro de um cânion, com uma queda d’água de aproximadamente 7 metros, formando uma piscina verde-esmeralda translúcida, perfeita para nadar! De fora dá pra ver peixinhos compartilhando a beleza estonteante daquele pequeno paraíso. Um banho de energia e de boas vibrações!

A Cachoeira Rei do Prata é considerada uma das mais lindas da Chapada, um dos grandes cartões postais do cerrado goiano. Por esse paraíso, compensa toda caminhada e suor. Confira as dicas de como chegar ao local.


TRILHA


O complexo é formado pelo Rio Prata, que corre e despenca em várias quedas sucessivas. São 7 lindas cachoeiras em todo o percurso, da Cachoeira Prata 1 até a Cachoeira Prata 7.

Tem duas opções de trilhas para chegar até a Cachoeira Rei do Prata. A primeira opção é ir pela trilha que passa pelas outras 7 cachoeiras. A segunda opção é direto ao destino final, Rei do Prata, sem passar pelas demais cachoeiras do Complexo.

Você deve estar pensando que a primeira opção deve ser a mais recomendada, né? Afinal, já vai conhecendo outros lugares formidáveis enquanto segue a trilha. Porém, a mais recomendada pelos guias é a segunda opção, direto para o Rei do Prata, a cachoeira mais distante.

 A trilha é longa e requer disposição. São 7 km de ida, em um terreno plano que exige certo preparo físico. O ideal é começar a caminhada bem cedinho para aproveitar o sol baixo, entre 7h e 8h da manhã. Assim, dá pra passar a manhã curtindo o local e na volta faz a outra trilha se refrescando nas demais cachoeiras e poços que tem pelo caminho.


COMO CHEGAR


O Complexo do Prata fica na Fazenda Ouro Fino, a 65km da cidade de Cavalcante. O acesso a Cavalcante é feito pela estrada GO-118. Depois que passar por Alto Paraíso, você deve seguir mais 65 km até Teresina de Goiás, onde pegará um trecho de 20 km até Cavalcante.

Cavalcante fica a 322 km de Brasília, a 498 km de Goiânia e a 85 km de Alto Paraíso.

Para se chegar até o Complexo do Prata, o acesso é feito pela estrada Cavalcante-Minaçu de estrada de terra, com pouquíssima sinalização. O ideal é contratar um guia credenciado, que pode ser feito no CAT Cavalcante. Por lá também se faz a aquisição do bilhete de acesso ao Complexo.

O guia pode ser contratado também no CAT da Comunidade dos Kalungas do Engenho ll (que fica no caminho). É bom lembrar que, a partir do último dia 10 de outubro de 2017, começou a ser cobrada uma taxa de entrada e o local agora irá oferecer área de camping, almoço caipira, lanches e café da manhã.




OUTRAS DICAS


Saia bem cedo para poder conhecer a Rei do Prata, devido a distância da estrada de terra de 65km e da trilha de 7km/ida. Na volta, retorne do Complexo até 16h30 para não pegar a estrada muito escura, pois é pouca sinalizada. Programe-se para fazer a volta com calma. É necessário reservar um dia inteiro para conhecer o Complexo do Prata.

-Use calçados apropriados.

-Leve água, repelente, chapéu e filtro solar.

-Leve lanches para poder ficar um tempo maior.

-Água você pode reabastecer nos riachos pelo caminho, uma garrafa basta.

-Uma pequena mochila é suficiente para o passeio. Evite pesos desnecessários.

-Não deixe lixo no local, não faça fogueiras.

-Respeite a natureza


Serviço Cachoeira Rei do Prata Distâncias: Cavalcante ao Complexo do Prata: 65 km(estrada de terra) Comunidade Kalunga do Engenho ll ao Complexo do Prata: 49km (estrada de terra) Valor: taxa de 20,00 por pessoa Distância da trilha: 14 km ida/volta Nível de dificuldade da trilha: média (devido a distância) terreno plano, com algumas subidas Tamanho do poço: de raso a fundo Guia: é necessário e obrigatório a contratação de um guia credenciado Valor do guia/CAT Cavalcante:150,00(diária) para um grupo de até 6 pessoas Valor do guia/CAT Comunidade Kalunga: em torno de 150,00 (diária) para um grupo de até a 8 pessoas  Mais informações: CAT Cavalcante:(62) 3494-1507/ CAT Comunidade Kalunga:(62) 99802-4122

Fotos e informações: Marcos Aleotti








9 visualizações