Vietnã comemora os 130 anos de Ho Chi Minh – Lider da libertação nacional

Ho Chi Minh, 130 anos “daquele que ilumina”


Comemoramos — neste 19 de maio — os 130 anos do nascimento de Ho Chi Minh, líder da libertação nacional e social do Vietnã do jugo da exploração feudal, da exploração capitalista e colonialista da França, da exploração imperialista do Japão e da máquina de guerra dos Estados Unidos da América.



Na canção escrita pelo músico revolucionário chileno, Victor Jara, em 1970, ele diz:

 

“O direito de viver

poeta Ho Chi MInh

Que incide do Vietnã

A toda a Humanidade

Nenhum canhão destruirá

O sulco do teu arrozal

O direito de viver em paz”.

Para comemorar esta data, a Embaixada da República Socialista do Vietnã, em cooperação com a Abraviet (Associação de Amizade Brasil–Vietnã) e a Editora Anita Garibaldi acabam de lançar um livro, “Ho Chi Minh, a vida e obra do líder da Libertação do Vietnã”. De fato, os brasileiros ainda conhecem pouco das façanhas e dos ensinamentos deste sofisticado líder revolucionário que foi Ho Chi Minh. Nesta ocasião a Associação de Amizade Brasil–Vietna, divulgou a seguinte declaração:


A associação de Amizade Brasil–Vietna (Abraviet) sobre os 130 anos de nascimento de Ho Chi MInh

Tanto o Vietnã como o Brasil foram países colonizados por potências da Europa Ocidental. O Brasil — em 1500 — transformou-se em Colônia de Portugal, enquanto o Vietnã — a partir de 1858 — passou a Colônia da França. Ambos países tornaram-se ambiente de violenta exploração das riquezas naturais e do saqueio da força de trabalho de seus povos nativos. No entanto, estes países seguiram caminhos diferentes para se libertar do processo de colonização. Aqui vamos homenagear o líder da libertação nacional e social do Vietnã, o presidente Ho Chi Minh, que em 19 de maio de 1890 nasceu em Kim Lien, provincia de Nghe An, na região central do pais.

Ao contrário do Brasil, a civilização vietnamita é milenar e desde o final do século XIII os habitantes da longa faixa territorial do Vietnã foram capazes de derrotar invasões de tropas mongóis que procuravam estender seus domínios em toda a China feudal. Mas a partir de 1858, os colonialistas franceses invadiram a região conhecida na época como Indochina, a partir da cidade de Da Nang, e se apossaram do Vietnã, do Laos e do Camboja.

 Para melhor dominar a península os colonialistas dividiram em três partes aquela região, impondo um sistema econômico que foi desintegrando as aldeias comunais e modificando as relações coletivas de trabalho que prevaleciam entre os camponeses. Esta situação permaneceu até o final da Segunda Guerra Mundial, em 1945, quando os vietnamitas conquistaram sua independência.

Em 1940, os franceses permitiram que as tropas japonesas se instalassem na zona norte da península, perto da fronteira com a China. Este foi o ambiente em que Ho Chi Minh atuou e organizou seu povo no combate ao colonialismo e o imperialismo. Ho Chi Minh foi o mais proeminente líder da história moderna da República Socialista do Vietnã. Notabilizou-se internacionalmente por defender a luta contra o colonialismo, contra o imperialismo e pela revolução socialista. Viveu por 79 anos, e desde a  juventude, engajou-se na atividade de luta contra o colonialismo e pela autodeterminação dos vietnamitas. Tornou-se o principal dirigente da Nação e soube elaborar uma estratégia de luta contra o colonialismo francês, contra a invasão japonesa e depois pela libertação nacional contra o imperialismo estadunidense. 

Desta maneira, podemos dizer que as três principais fontes da gênese de seu pensamento foram o patriotismo e as tradições culturais e humanísticas do Vietnã, nos períodos iniciais de sua formação, particularmente a influência do confucionismo; os aportes do pensamento ocidental mais avançado do ponto de vista social na Europa do início do século XX; e os escritos sistematizados por Karl Marx e Friedrich Engels, e depois o pensamento de Vladimir I. Lênin sobre a questão colonial.

A Abraviet neste momento se solidariza com o povo e o Governo da República Socialista do Vietnã nas comemorações dos 130 aniversários do eminente lider Ho Chi Minh  

4 visualizações